.
Gotas de chuva são grãos de feijão que caem sobre as telhas em viva percussão. Mas vá dizer ao cego que não, que uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa e que o cinza nunca será anil, quando ele encasqueta: “ali, a bandeira do Brasil!” Ou cale-se e entenda. Que felizes são os homens de imaginação, a quem não sufocam as amarras da visão.